Paulo Guedes repete ameaça de AI-5 contra os movimentos populares


O ministro do Desemprego e da Recessão de Bolsonaro, Paulo Guedes, repetiu a ameaça de um novo AI-5 contra protestos como os que estão ocorrendo no Chile, Equador e Colômbia. Ele segue a linha autoritária de Eduardo Bolsonaro e dos outros membros do clã que governa o país.

“Sejam responsáveis, pratiquem a democracia. Ou democracia é só quando o seu lado ganha? Quando o outro lado ganha, com dez meses você já chama todo mundo para quebrar a rua? Que responsabilidade é essa? Não se assustem então se alguém pedir o AI-5. Já não aconteceu uma vez? Ou foi diferente? Levando o povo para a rua para quebrar tudo. Isso é estúpido, é burro, não está à altura da nossa tradição democrática.” Foi o que disse o ministro em uma entrevista em Washington (EUA).

LEIA TAMBÉM

Ou seja, qualquer movimento de protesto contra o corte de direitos promovido por esse governo deve ser debelado na base da bala.

RELEMBRANDO: Em 13 de dezembro de 1968 o então presidente Arthur da Costa e Silva baixou o Ato Institucional n!º 5, o famigerado ‘AI-5’, que fechava o Congresso Nacional e endurecia a ditadura militar cassando mandatos eletivos, suspendendo diretos políticos e matando adversários.

O ‘AI-5’ teve dez longos anos de duração. Fora revogado em 17 de outubro de 1978 no governo Ernesto Geisel.

Com informações da Folha de São Paulo

Comentários

Anterior Proxima Página inicial