Risco Bolsonaro eleva dólar a R$ 4,20; Fora Dilma pedia dólar a R$ 1,99


A presidenta Dilma Rousseff (PT) foi lembrada nesta segunda-feira (18) pelas redes sociais. Ela era alvo de protestos e as ruas pediam, em 2016, dólar a R$ 1,99. Na época, a moeda norte-americana chegou a R$ 2,20.

Pois bem, o risco Bolsonaro elevou o dólar a R$ 4,20 no dia de hoje. A instabilidade política, a lambança jurídica e a recessão econômica agravada pelo desemprego fizeram o real despencar frente ao dinheiro estadunidense.

Ao chegar a R$ 4,206 no preço de venda, o dólar comercial bateu o recorde histórico na cotação desde o Plano Real, em 1994.

Nostálgica, as redes sociais recordaram nesta tarde que na Era Dilma a luta era para baixa o dólar de R$ 2,20 para R$ 1,99. Agora, a moeda norte-americana ameaça romper os R$ 5.

O leitor do Blog do Esmael não pode dizer que foi surpreendido. Em outubro de 2018 esta página registrou que Jair Bolsonaro (PSL) projetava o dólar a R$ 5.

O Blog do Esmael voltou ao tema em maio de 2019, quando a moeda norte-americana bateu a casa dos R$ 4. (Blog do Esmael)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial