Compesa lança edital em busca de parceiros para geração de energia

Resultado de imagem para Compesa lança edital em busca de parceiros para geração de energia

Em mais um passo em direção à captação de novas fontes de recursos, a exemplo de convênios e parcerias com organismos internacionais, a Compesa publicará, na próxima segunda (23), seu primeiro edital de chamamento público, na modalidade Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI). A Companhia busca parceiros interessados em realizar estudos e desenvolver soluções que contribuam com a redução dos custos de energia elétrica em suas unidades espalhadas por todo o estado. Atualmente, a Compesa paga, por ano, cerca de R$ 230 milhões de energia elétrica, sendo essa uma de suas maiores despesas.

“O insumo energia elétrica é bastante significativo para as companhias de saneamento. Os sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário são responsáveis por cerca de 3% da energia consumida no mundo. No Brasil, a situação não é diferente. Cerca de 98% das companhias brasileiras tem entre seus três maiores custos, as despesas com energia elétrica. Para se ter uma ideia, em 2018, a Compesa foi responsável por 4% da energia consumida em Pernambuco, número maior que os consumos individuais de 177 municípios pernambucanos. Precisamos buscar fontes de energia renováveis e mais baratas para atender a nossa demanda”, destaca a presidente da Compesa, Manuela Marinho, lembrando os novos sistemas que começarão a operar.

“Estamos nos antecipando, pois com a entrada em operação de grandes sistemas, a exemplo das adutoras do Agreste, Serro Azul e Alto Capibaribe, nosso consumo crescerá ainda mais. Já desenvolvemos projetos importantes objetivando redução dos custos, como os sistemas de energia solar em instalação no nosso prédio sede e no reservatório de Perijucã (Olinda) e o sistema solar já em funcionamento em Fernando de Noronha. Este edital em questão, é mais um exemplo dos nossos esforços neste sentido”, destaca.

Neste contexto, a meta do PMI de Geração de Energia é estimular a iniciativa privada a desenvolver soluções que contribuam com a redução dos custos de energia elétrica das unidades da Compesa. As soluções virão de parcerias que permitam o consumo de energia elétrica oriunda de fontes renováveis, seja pela construção de novas ou utilização de usinas já implantadas, através do Ambiente de Contratação Livre (ACL) ou geração distribuída, nos moldes permitidos pelas regulamentações da ANEEL. Os interessados deverão apresentar estudos técnicos, econômico-financeiros e jurídicos para subsidiar futura licitação para contratação das melhores soluções. Os estudos serão divididos em dois blocos: usinas de geração distribuída de até 5MW e usinas de até 20MW que gerarão energia no mercado livre.

A oportunidade de redução de custos com energia elétrica estimada pela Compesa pode chegar a 27%. “Isso significa uma economia de até R$ 62 milhões ao ano. Recursos que poderão ser revertidos em investimentos para levar mais água e esgotamento sanitário para a população pernambucana”, finaliza Manuela.

Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco – A iniciativa da Compesa está alinhada à estratégia do Governo do Estado que desenvolve o Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco, destinado à ampliação e fortalecimento da interação entre a administração estadual e a iniciativa privada por meio da celebração de parcerias para a execução de empreendimentos públicos estratégicos. Neste sentido, além do PMI de Geração de Energia, a Compesa já estuda outros chamamentos para que a iniciativa privada construa, em conjunto com a Companhia, soluções para redução de custos e melhoria da qualidade dos serviços prestados, como redução de perdas de água, reuso de efluentes tratados, coleta e destinação de resíduos sólidos, entre outras oportunidades de negócio.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial
Blog do Ivonaldo Filho - Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.