Flores recebe prêmio de 1º lugar do Pacto pela Saúde por apresentar melhores indicadores durante o ano


A Gerência Regional de Saúde – GERES promoveu na última terça-feira (17), a última reunião do ano e na ocasião foram entregues certificados e prêmios de destaque as melhores Secretarias de Saúde, ligadas ao órgão de gestão de saúde estadual.

O município de Flores recebeu o prêmio de 1º lugar do Pacto pela Saúde, por apresentar melhores indicadores durante o ano.

O Pacto pela Saúde é uma ferramenta de gestão que acompanha e direciona as políticas públicas de saúde e tem como objetivo prioritário reduzir, os índices de mortes que podem ser evitadas por ações efetivas dos serviços de saúde.

Para alcançar as metas, a Secretaria de Saúde Estadual - SES acompanha, periodicamente, indicadores de saúde que demonstram o desempenho da rede de serviços do Estado, compreendendo as ações de atenção primária e de atenção especializada ambulatorial e hospitalar.

Além do destaque estadual, o prefeito do município Marconi Santana comemorou nesta quinta-feira (19), durante a entrega de novos tabletes aos Agentes Comunitários de Saúde, mais resultados positivos alcançados, junto a XI GERES.

“Na ocasião comemoramos os excelentes resultados junto a XI GERES, onde fomos o único município a atingir as metas no sistema PNCD, ferramenta importante onde são armazenados/alimentados, o trabalho diário dos Agentes de Endemias e com isso reduzimos de forma significativa todos os índices de infestação predial de nossa cidade”, destacou completando:

“A XI GERES ainda nos mostrou que obtivemos 100% de presença nos colegiados de Planejamento e 100% de Presença nos colegiados de Atenção Básica”, comemorou.

Marconi Santana ainda parabenizou todos os servidores lotados da Secretaria Municipal de Saúde e reforçou: “Estes excelentes resultados é fruto de um trabalho conjunto e de quem tem compromisso com as pessoas, mostrando que mesmo, com a escassez de recursos é possível assegurar para nossa população uma saúde eficiente, que combate a Dengue, a mortalidade materno-infantil e evidentemente, faz um trabalho com 100% de cobertura da Estratégia de Saúde da Família”, finalizou.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial