Paulo Câmara comanda cerimônia de 30 anos do BOPE


O governador Paulo Câmara comandou, na tarde desta quarta-feira (18.12), a solenidade que marcou o aniversário de 30 anos do Batalhão de Operações Policiais Especiais – BOPE, no Forte das Cinco Pontas, bairro de São José. Além das homenagens e reconhecimentos a personalidades e destaques operacionais e administrativos do batalhão, também foi realizada a entrega do brevê e do certificado de conclusão aos 19 policiais que participaram e concluíram o 12º Curso de Operações Policiais Especiais (COPE).

“A partir de agora, após esse período exaustivo de treinamento, os novos integrantes vão ter a responsabilidade de ajudar a diminuir a criminalidade e fazer com que a paz esteja presente cada vez mais na vida das pernambucanas e dos pernambucanos. É um trabalho diário, que exige profissionalismo, determinação de todos os que fazem a segurança pública do nosso Estado", afirmou Paulo Câmara. Segundo ele, o BOPE foi criado pensando em aprimorar cada vez mais as operações especiais em Pernambuco, para, junto com as demais áreas, de forma integrada, contribuir para salvar vidas e reduzir crimes. "A todos os que fazem a Polícia Militar e o BOPE, parabéns pelo dia de hoje, pela formatura. Não tenho dúvidas de que contribuirão, e muito, com esse trabalho em favor da paz do Estado”, acrescentou.

Durante a solenidade, foi feita uma encenação para retratar o contexto histórico das operações especiais no Estado de Pernambuco desde a época da invasão holandesa. Os policiais evidenciaram a evolução das táticas de confronto ao longo dos tempos. Além disso, uma revista em alusão aos 30 anos do BOPE foi lançada e distribuída.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, relembrou que a criação do BOPE aconteceu na gestão do governador Paulo Câmara. Antes, o batalhão era denominado de companhia. E reforçou sua importância no combate à criminalidade no Estado. “Em dois anos de existência, o BOPE já é responsável por ajudar em grande parte na redução da criminalidade de Pernambuco, cujos índices vêm caindo. E há 27 meses seguidos há uma diminuição expressiva no número de assaltos e roubos. Por isso, quero parabenizar todos os 145 homens que fazem o BOPE hoje em Pernambuco e dizer aos novos: contamos com vocês”, afirmou.

O comandante geral da Polícia Militar de Pernambuco, coronel Vanildo Maranhão, ressaltou que a data é histórica para a Corporação. “Este é um dia marcante e o simbolismo dela é muito importante. Parabéns aos nossos guerreiros de operações especiais. Também agradeço a vinda do governador Paulo Câmara, pois demonstra o empenho e apoio que ele dá à Polícia Militar de Pernambuco e, em consequência, à segurança publica”, destacou.

BOPE - Com sede no bairro do Jiquiá, no Recife, a unidade foi criada em 1989 com a denominação de Companhia Independente de Operações Especiais – CIOE, através do decreto nº 14.147, de 18 de dezembro. Depois, elevada à condição de Batalhão de Operações Especiais – BOPE, através da lei 16.058, de 6 de junho de 2017. O batalhão é composto de policiais altamente selecionados e rigorosamente treinados, com armamento e equipamento diferenciados. A unidade, doutrinariamente, integra a força especial da Polícia Militar de Pernambuco - PMPE, sendo tropa de valor estratégico e tático da Corporação. Como atribuições específicas, compete ao BOPE atuar nas missões de resgate de reféns, captura de marginais fortemente armados e entrincheirados e outras missões de alta complexidade e vulto no campo da segurança e defesa social.

Estiveram presentes à solenidade os secretários Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão) e o chefe da Casa Militar, coronel Carlos José; o secretário-executivo de Defesa Social, Humberto Freire; a superintendente da Polícia Federal, Carla Patrícia; o secretário de Defesa Social de Ipojuca, delegado Osvaldo Moraes; o comandante do BOPE, coronel Câmara Junior; o comandante do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica, tenente-coronel André Souto; o subcomandante geral da PMPE, coronel André Cavalcanti; o diretor Integrado Especializado, coronel Jamerson; e o tenente-coronel Wanderli Batista, representando o comandante Militar do Nordeste, general Freire Gomes.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial
Blog do Ivonaldo Filho - Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.