Comunidades rurais de Carnaíba discutem desafios na política de coleta seletiva.


A diretoria de meio ambiente da prefeitura de Carnaíba, através da diretora Edna Andrade, da técnica em agroecologia Aparecida Tereza e o assessor em gestão ambiental Roberto Arrais, em pareceria com a Diaconia, promoveram uma reunião nesta quinta, dia 20 de fevereiro, na sede da Associação do travessão II, para discutir sobre a política municipal de resíduos sólidos voltados também para a área rural.

As comunidades foram representadas por lideranças da Abelha, Brejo de Dentro, Gameleira, Travessão I e II e do Açude Caroá.

Na discussão se falou das práticas de jogar o “lixo” nos quintais e até nos terrenos do entorno, outros falaram que enterram e outros, que queimam.


Manoel do Amaral de Gameleira falou que “por conta de uma queima de lixo, o fogo se alastrou pela região toda, em segundos, por conta do vento que carregou as faíscas e provocou um incêndio dos matos secos”.

A diretora de Meio Ambiente, Edna Andrade, destacou a importância de buscar resolver este problema nas comunidades rurais, ressaltando: “Que é importante que as comunidades rurais tomem consciência de que a maior parte dos resíduos são recicláveis e podem gerar renda para as associações desenvolverem suas atividades”.

Outra que falou que vem fazendo o reaproveitamento dos vidros foi Elizangela Severina do Travessão I, que disse o seguinte: “Venho fazendo copos e outros materiais cortando as garrafas, e, depois lixo as áreas de corte e aí tenho copos e jarros para serem utilizados”.

Já o gestor ambiental Roberto Arrais, falou da necessidade de todas as pessoas se sensibilizarem de que selecionando ou reaproveitando os resíduos sólidos “estamos contribuindo com a preservação da natureza, da qual também, fazemos parte”.


Já a técnica em agroecologia da diretoria de meio ambiente do município Aparecida Tereza, falou que era muito importante este trabalho para evitar que os plásticos e outros materiais que são jogados nos terreiros “podem prejudicar os solos, pois esses materiais contém produtos químicos que pelo calor vão se derretendo e contaminando o ambiente”.

No final se falou da parceria da Prefeitura de Carnaíba e da Diaconia, que juntos estão empreendendo esforços para ampliar a coleta seletiva e a educação ambiental. Para que isso se consolide é muito importante a participação das comunidades rurais, pois é na fonte geradora dos resíduos que tem que ser feita a seleção dos materiais.

Pois na área rural tem a vantagem de que quase todos os resíduos orgânicos são utilizados para as galinhas, porcos e demais animais de criação, boa parte das garrafas Pets já são utilizados no armazenamento dos grãos, especialmente de milho e feijão, ficando apenas outras embalagens para serem separadas e servirem para o trabalho das comunidades.

Serão marcadas novas reuniões por comunidades, para que nas áreas urbanas e rurais possamos ter mais consciência do papel de cada um e das organizações no processo de coleta seletiva e de cuidados com o meio ambiente em Carnaíba.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial
Blog do Ivonaldo Filho - Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.