Carlos Veras critica exploração turística em Fernando de Noronha

Foto: Lula Marques

Por: Blog da Folha

O deputado federal Carlos Veras (PT-PE) usou as redes sociais para criticar o decreto do Governo Federal que amplia a exploração turística da ilha de Fernando de Noronha, inclusive com a entrada de cruzeiros. "Alertei hoje no plenário que o desmonte promovido pelo governo Bolsonaro chegou a Fernando de Noronha. Sem realizar qualquer estudo técnico, o presidente da Embratur anunciou a liberação de 12 novos pontos de mergulho com naufrágio artificial e deu sinal verde para a entrada de cruzeiros marítimos no arquipélago", postou.

"Fernando de Noronha é Patrimônio Natural da Humanidade, declarado pelo Unesco. Noronha não precisa de excesso de turismo, precisa de proteção. Precisa de um ICMBio forte, com valorização de seus servidores. Vamos atuar para que essas aberrações não se efetivem", concluiu o parlamentar.

"EM DEFESA DE NORONHA!

Alertei hoje no plenário que o desmonte promovido pelo governo Bolsonaro chegou a Fernando de Noronha. Sem realizar qualquer estudo técnico, o presidente da Embratur anunciou a liberação de 12 novos pontos de mergulho com naufrágio artificial e deu sinal verde para a entrada de cruzeiros marítimos no arquipélago.

A equivocada ideia de “desatar os nós” da legislação e permitir a ampliação da exploração turística de Noronha está associada à liberação de navios com capacidade de mais de 600 passageiros, trazendo fortes impactos ao frágil e exuberante ecossistema do local. O plano de manejo prevê uma média de 89 mil visitantes por ano. Em 2018 esse número chegou a 100 mil! O limite ambiental não está em jogo!

Fernando de Noronha é Patrimônio Natural da Humanidade, declarado pelo Unesco. Noronha não precisa de excesso de turismo, precisa de proteção. Precisa de um ICMBio forte, com valorização de seus servidores. Vamos atuar para que essas aberrações não se efetivem.

O povo de Pernambuco vai resistir!
#NaLutaComAGente"


Comentários

Anterior Proxima Página inicial