Congresso já deveria ter deixado claro limites para Bolsonaro, diz Molon


Para o novo líder do PSB na Câmara, Alessandro Molon (PSB-RJ), ficou barata a resposta que o Congresso deu às declarações de Jair Bolsonaro (sem partido) quando ele convocou a população às ruas. Na visão do deputado, Bolsonaro "sonha em implantar um regime autoritário" e usa sua base de apoio para emparedar o Parlamento e o Judiciário.

Em entrevista ao UOL e à Folha, Molon afirmou que o Congresso já deveria ter dado limite aos ataques que Bolsonaro faz ao Legislativo e que "erra ao passar a mão na cabeça do presidente".

Assista:



Comentários

Anterior Proxima Página inicial