SP registra primeira morte por coronavírus no Brasil


O estado de São Paulo registrou a primeira morte por coronavírus no Brasil, segundo o governo estadual informou hoje. A reportagem apurou que a primeira vítima é um homem de 62 anos que foi atendido no hospital israelita Albert Einstein. Ainda não há informações sobre como ele pegou a doença nem outros detalhes do caso.

O secretário de estado da Saúde, José Henrique Germann, e o Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip, darão mais detalhes sobre a vítima em uma entrevista coletiva no começo da tarde.

Até ontem à tarde, o Ministério da Saúde informava que o número de casos oficiais do novo coronavírus no Brasil subiu para 234 confirmados e 2.064 suspeitos. Outros 1.624 casos já tiveram a suspeita descartada.

O estado com maior número de casos confirmados é São Paulo (152), seguido pelo Rio de Janeiro (31) e pelo Distrito Federal (13). O número real de casos, no entanto, pode ser maior, já que o boletim nacional tem demorado para incluir novos casos confirmados pelas autoridades de saúde dos estados.

A secretaria estadual de Saúde do Rio de Janeiro divulgou ontem que um médico de 65 anos estava internado em estado gravíssimo em um hospital da rede privada contaminado por coronavírus.

O paciente é o médico nefrologista e ex-vereador Edison Régio de Moraes Souza, o Dr. Edison da Creatinina. Ele é professor da Faculdade de Medicina da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), onde ministra aulas de nefrologia. Luís Adorno do UOL, em São Paulo.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial