segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Com viagem a Afogados da Ingazeira, Atlético-MG se aproxima dos 14 mil quilômetros rodados em fevereiro

Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

A situação é o obstáculo citado por Dudamel no começo de trabalho no Atlético-MG. Em fevereiro, o Galo fará três longas viagens e o desgaste por conta dos deslocamentos é algo preocupante para o treinador venezuelano. Nesta terça-feira, após treinar duas vezes no período de carnaval, o time alvinegro irá para Afogados da Ingazeira, local do jogo da Copa do Brasil na quarta. A ida e volta do interior de Pernambuco significará mais 3,7 mil quilômetros percorridos. No total, o alvinegro fechará fevereiro perto dos 14 mil km.

O Galo irá deixar Belo Horizonte nesta terça-feira, às 10h, e alça voo direto para Juazeiro do Norte, no Ceará. Depois, o trajeto é de ônibus até Afogados da Ingazeira. A depender da avaliação da comissão técnica, o clube irá treinar no estádio Vianão, local da partida na quarta-feira. Após o jogo, a volta para Belo Horizonte passa por ida de ônibus de Afogados para Recife e voo direto da capital pernambucana para BH.

Só em fevereiro, o Atlético foi para Santa Fe, na Argentina, com voo de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro e depois para Rosário, até pegar ônibus para a cidade do Unión. A volta foi de voo direto de Santa Fe para o Aeroporto de Ezeiza, em Buenos Aires. E teve atraso por conta do mau tempo. O Galo só voltou para BH no sábado, após conexão em São Paulo.

Vianão Afogados x Santa Cruz — Foto: Diogo Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário