segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Greve dos caminhoneiros começa pelo Porto de Santos


Apesar de decisão judicial contrária, caminhoneiros deram início à greve desde a zero hora desta segunda-feira (17).

Os profissionais das estradas se unem aos petroleiros que já estão paralisados a 17 dias.
Dentre as reivindicações dos caminhoneiros está a redução do preço do óleo diesel e dos demais combustíveis.

De acordo com o Diário do Transporte, a greve dos caminhoneiros é efetiva no Porto de Santos.

A velha mídia bolsonarista, por óbvio, não mostra a greve dos caminhoneiros nem a dos petroleiros.

Caminhoneiros fazem paralisação no Porto de Santos
Caminhoneiros realizam uma paralisação no Porto de Santos desde zero hora desta segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020.

O ato ocorre mesmo com um liminar da Justiça proibindo o fechamento dos terminais portuários.

O juiz federal Roberto da Silva Oliveira determinou multa de R$ 200 mil por dia ao Sindicam (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Autônomos).

Entre as reivindicações da categoria, está a redução do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços do óleo diesel.

A paralisação é parcial e por 24 horas.

Alguns veículos estão acessando o Porto, mas o grupo em paralisação tenta convencer os outros caminhoneiros.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes/Blog do esmael

Nenhum comentário:

Postar um comentário