sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Sobe o número de mortes nas BRs de Pernambuco em 2019 em relação ao ano anterior


O ano de 2019 registrou um aumento no número de mortes nas rodovias federais de Pernambuco quando comparado a 2018 segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (7) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Foram registradas 308 mortes em 2019 enquanto, no ano anterior, foram 294 - menor número nos últimos dez anos.

Apesar do crescimento, o número de óbitos nas BRs em Pernambuco em 2019 o segundo menor no intervalo de dez anos - a menor quantidade foi em 2018 depois de já haver chegado, em 2010, a 475 mortes.

Ao todo, de acordo com a PRF, em 2019 houve 2.737 acidentes, número 1,4% maior do que o registrado em 2018, quando ocorreram 2.699 colisões. A quantidade de feridos também aumentou 4,2%, passando de 2.736 em 2018 para 2.851 vítimas em 2019. A BR com o maior número de acidentes ano passado foi a 101, com 1.022 registros, seguida pela BR-232, com 817 ocorrências, e a BR-428, com 170 colisões.

A principal causa de acidentes em 2019 foi a falta de atenção do condutor, com 36,7% dos registros. Em seguida, a desobediência às normas de trânsito (11,4%), a ingestão de álcool (9%), não manter distância de segurança dos outros veículos (7%) e velocidade incompatível com a via (5,2%).

O tipo de acidente que mais ocorreu no ano passado foi à colisão traseira, com 21,6% do total. Na sequência, aparecem as colisões laterais (14,3%), colisões transversais (13,2%), saídas de pista (10,9%) e atropelamentos de pedestre (7,8%).

Os homens foram as principais vítimas mortas nas rodovias federais, com 82,1% do total. A maioria dos acidentes ocorreu em trechos de reta (67,4%), no período diurno (56%), com céu claro (62%) e em pista dupla (52%). 
Por: Portal FolhaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário