quinta-feira, 19 de março de 2020

Deputados do PSOL protocolam pedido de impeachment contra Bolsonaro

Bolsonaro inicia o segundo ano de sua gestão registrando oscilações negativas de popularidade - FOTO: Isac Nobrega/PR

Os deputados David Miranda, Sâmia Bomfim e Fernanda Melchionna protocolaram, nesta quinta-feira (19), um pedido de impeachment contra o Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

"O Brasil não aguenta mais. Passou da hora de darmos um basta nesse presidente criminoso, incompetente e irresponsável", dizia nota dos deputados.

Pedidos de impeachment contra Bolsonaro já não são novidade. O deputado distrital Leandro Grass (Rede-DF) também protocolou, na última terça-feira (17), processo de impeachment contra o presidente. 

Um dos autores do pedido, a deputada Sâmia Bomfim anunciou a apresentação do pedido. 

Além da protocolação do pedido, os deputados criaram uma petição em apoio ao pedido de impeachment. Segundo Sâmia, a petição já passa das 100 mil assinaturas.

Assinam a petição, ainda, intelectuais, artistas e lideranças como Padre Júlio Lancellotti, Gregório Duvivier, Zélia Duncan, Edgard Scandurra, Vladimir Safatle, Débora Diniz, Pablo Ortellado, Rosana Pinheiro Machado, Henrique Carneiro, Luís Felipe Miguel, Adriana Erthal, Plínio de Arruda Sampaio Jr. e Helena Vieira. Parlamentares estaduais e municipais como Roberto Robaina, Sandro Pimentel, Monica Seixas, Toninho Vespoli, Carlos Giannazi, Celso Giannazi, Pedro Ruas, Fábio Felix, Erika Hilton, Chirley Pankará, Renato Cinco, Oton Mário, Ari Areia, Mariana Conti, Fernanda Miranda, Karen Santos, Andréa Werner e Luana Alves. Nomes do direito como Silvio de Almeida, Luciana Zaffalon, Paulo Iotti, Cristiano Avila Maronna, Raul Marcelo e Letícia Chagas. Por Gabriela Carvalho jc.ne10.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário