domingo, 14 de junho de 2020

Prefeito de Serra Talhada ameaça fechar lojas que não cumprirem protocolo de reabertura nesta 2ª

Mesmo com os números de casos de covid-19 aumentando em Serra Talhada, já são 228 confirmados, e cinco óbitos, o comércio reabre às portas nesta segunda-feira (15) com um rígido protocolo e com a intensa fiscalização de fiscais da vigilância sanitária.

Todas as barreiras de concreto do Centro da cidade já foram retiradas, e, provavelmente, teremos uma multidão circulando pelas ruas e lojas, num claro desafio ao vírus, que atua em momentos de aglomerações. Por conta disso, 85 cidades de Pernambuco não aderiram a reabertura gradual em Pernambuco.

Nessa sexta-feira (12), o prefeito Luciano Duque falou sobre a preocupação com o momento rotulado de ‘novo normal’, mas deixou claro que não irá pensar duas vezes e pode ser duro com àqueles que não tomarem as medidas de higiene e segurança sanitária em seus estabelecimentos.

“Temos um protocolo sendo divulgado, as empresas têm que procurar a prefeitura, ou virtualmente, através do nosso site, preenchendo, assinando e cumprindo, e levando a prefeitura este documento. A partir disse vamos iniciar a fiscalização. Aquele que não cumprir o protocolo pode ter certeza que terá a loja lacrada. Se assim fizermos, com certeza vamos preservar vidas”, declarou o prefeito.

HOSPITAL DE CAMPANHA

Ainda durante a live do Gabinete de Crise, Duque lamentou que Serra Talhada e os municípios do entorno ainda não têm o hospital de campanha em funcionamento para atender os doentes.

“No meio do vazio assistencial do estado, somos a única região que ainda não temos a entrega concluída do hospital de campanha, deveria ser um seguro para toda a região, caso haja um aumento dos nossos casos. Ainda estamos refém de falta de leitos de UTI. Vamos apelar ao governador que agilize o funcionamento, já foi anunciado [a inauguração] três vezes”, reforçou. (Farol de Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário