terça-feira, 7 de julho de 2020

Caixa Tem apresenta erros e banco dá orientações para acessar serviços

Usuários do aplicativo Caixa Tem, utilizado pela Caixa Econômica Federal (CEF) para o pagamento do auxílio emergencial e do FGTS emergencial relatam erros na ferramenta nesta segunda-feira (6).

Alguns beneficiários reclamam que estão com os "dados em avaliação" e não conseguem acessar o dinheiro. Outro problema é a dificuldade para efetuar o pagamento de boletos. Além disto, ao tentar realizar operações, aparece a mensagem "tente novamente mais tarde" ou o "erro 403".

Outra queixa é a espera na fila virtual, que chega a mais de uma hora. Para algumas operações, o sistema também informa que o atendimento é feito das 7h às 21h, mesmo se o usuário estiver dentro deste horário.

Desde a semana passada, as pessoas que utilizam o Caixa Tem relatam problemas na ferramenta. Na ocasião, o vice-presidente de tecnologia da Caixa Econômica Federal, Cláudio Salituro, revelou que o acúmulo na atualização da base de dados, realizada no início de cada mês, provocou os problemas no aplicativo.

"Nesse fim de mês, tivemos uma [atualização] mensal muito grande por causa do processamento das folhas de pagamento de governo, do setor privado e de todas as bases de dados que precisam ser atualizadas a cada mês. Quando esse fenômeno acontece no meio de uma semana, não temos o que a gente chama de reação do fim de semana para o processamento. Então existe um consumo excessivo de dados e de equipamentos", afirmou, na última quinta-feira (2).

Caixa dá orientações

Através de nota, a Caixa informou que o aplicativo Caixa Tem está disponível durante 24 horas, nos sete dias da semana. Contudo, diz a nota, "devido ao alto volume de acessos, pode apresentar intermitência momentânea em alguns serviços".

De acordo com o banco, a orientação para estes casos é "tentar novo acesso ao serviço um pouco mais tarde". A Caixa diz ainda que os clientes e beneficiários estão conseguindo concluir as operações.

Como justificativa, o banco revela que até o sábado (4) foram efetivados com sucesso 17,4 milhões de pagamentos de boletos. Por Ana Maria Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário