sábado, 11 de julho de 2020

Com 70 mil mortos, Brasil terá 2 milhões de casos de covid até quarta-feira

O segundo maior estádio do Brasil jamais comportou, em vidas, o equivalente ao número de brasileiros mortos pelo novo coronavírus. São 70.389 mil óbitos causados pela pandemia. Se fossem torcedores, superariam o público do jogo da seleção brasileira contra a África do Sul, no Estádio Mané Garrincha, durante a Olimpíada de 2016. As confirmações de novas infecções continuam acima de 40 mil pelo quarto dia consecutivo, com 45.048 casos, fazendo com que o país chegue a 1.800.827 confirmações da doença.

A previsão é que, entre a próxima terça e quarta-feira, o país atinja a marca de 2 milhões de infectados, segundo o Portal Covid-19 Brasil, uma iniciativa formada por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade de São Paulo (USP).

A marca demonstra a rapidez com que a curva no país subiu nas últimas semanas. Em 19 de junho, o país alcançou 1 milhão de positivos confirmados e, caso a estimativa se consolide, o número dobrará em menos de um mês. Isso significa que o novo milhão deve vir 4,4 vezes mais rápido do que o primeiro, que se iniciou em 26 de fevereiro, quando foi registrado o primeiro caso no Brasil.

Com atualizações diárias na faixa de mil mortes, e mais de 40 mil casos, o país deve encerrar a semana 28, que vai de 5 a 11 de julho, mantendo a média de registro do fechamento semanal anterior. Para atingir o mesmo patamar da 27ª semana epidemiológica, os registros diários até o fechamento de hoje precisam chegar a 39.514 casos e 1.062 mortes. Por: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário