quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Pernambuco retoma realização dos transplantes de córnea

As unidades transplantadoras de córnea voltaram a funcionar normalmente em Pernambuco, após a autorização do Ministério da Saúde (MS) para a realização dos procedimentos que não são considerados de urgência. Os serviços fizeram as devidas adaptações para seguir as medidas de higiene e segurança contra o novo coronavírus. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) também tem garantido os testes da Covid-19 no pré-operatório de todos os pacientes aptos a fazer o transplante, além da testagem dos doadores,em todos os outros programas, que também estão funcionando. Atualmente, há 131 pessoas em fila de espera por uma córnea no Estado.

“A Central de Transplantes continuou trabalhando normalmente durante toda a pandemia para garantir todos os procedimentos de urgência, não apenas os de córnea, mas em todos os outros programas, como o de rim, que também teve uma paralisação momentânea. Nesses últimos seis meses, estivemos discutindo com diversos entes as medidas necessárias para garantir a segurança de todos os envolvidos nesse processo e realizando capacitações para estarmos ainda mais preparados para ofertar um serviço de qualidade aos nossos usuários”, afirma a coordenadora da Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE), Noemy Gomes.

A maior parte dos procedimentos de córnea, que dura em média 1 hora, é feito com anestesia local e de forma ambulatorial, ou seja, o paciente  é estabilizado e liberado no mesmo dia. Neste ano, entre janeiro e agosto, foram realizados 208 transplantes de córnea. O quantitativo é 58% menor do que 2019, quando foram feitos 500. “Os serviços já estão entrando em contato com os pacientes para atualizar os cadastros e exames. Friso que todos foram orientados a seguir as medidas necessárias para garantir a saúde dos profissionais envolvidos e pacientes, visando o sucesso do transplante”, destaca Noemy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário