terça-feira, 8 de setembro de 2020

Praias ficam lotadas em Recife após liberação do comércio

O primeiro feriado após a retomada do comércio de praia em Pernambuco foi marcado pelo desrespeito às normas das autoridades sanitárias para evitar o contágio do coronavírus. No Dia da Independência do Brasil, celebrado nesta segunda-feira (7), a Praia de Boa Viagem, a mais procurada da Região Metropolitana do Recife, foi tomada por uma multidão que ignorou o distanciamento social e o uso de máscara, principais orientações dos especialistas.

Aparentemente, a movimentação estava maior do que a registrada no domingo (6). As medidas impostas pelo Governo do Estado e as prefeituras para conter a disseminação da Covid-19 foram deixadas de lado. Fiscais circularam pela orla para orientar sobre os protocolos de segurança e evitar aglomerações, mas ação não foi suficiente para intimidar ou sensibilizar a população. Enquanto isso, nesta segunda, Pernambuco registrou 268 novos casos e 19 mortes da doença, totalizando 132.420 infectados e 7.721 mortes, desde o início de março.

O aposentado José Pereira, 69, foi à praia de Boa Viagem para caminhar, mas disse que ficou surpreso com a quantidade de gente no local. "Pior que isso é o fato de as pessoas não levarem em consideração o que médicos do mundo inteiro orientam para se prevenir contra o coronavírus. É como se não estivéssemos passando mais por uma pandemia, mas sabemos que o vírus continua circulando e todos expostos a ele", comenta.

No meio dos guarda-sóis, uma bandeira com uma caveira balançava com o vento, dando um sinal da possível consequência da aglomeração. Mas ninguém parecia entender a mensagem. Chamou atenção o fato de as pessoas já chegarem ao local sem máscara. Na Praia do Pina, também na Zona Sul do Recife, o cenário era o mesmo. Mesas e cadeiras de grupos diferentes de pessoas muito próximas umas das outras. (Folha de Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário