segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Mais de 48 mil crianças precisam se vacinar contra poliomielite no estado

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informa que mais de 48 mil crianças pernambucanas ainda não se vacinaram na campanha contra a poliomielite, que segue até a sexta-feira. Mais de 500 mil meninos e meninas já estão protegidos até o momento, representando 91,25% do total. Com isso, Pernambuco mantém o segundo lugar entre os estados com melhor percentual vacinal. Uma informação da Secretaria Estadual de Saúde com o DP.


A doença, que teve seu último caso registrado no Brasil em 1989, continua em circulação no Afeganistão e no Paquistão. De acordo com a secretaria, a meta mínima da campanha é imunizar 95% do público. “A poliomielite é uma doença grave, que pode deixar sequelas irreversíveis e provocar até mesmo óbito. É por meio da vacinação que podemos proteger nossas crianças e continuar mantendo o território pernambucano livre da circulação do vírus”, explica a superintendente de Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), Ana Catarina.

A superintendente  lembra que a dose extra é disponibilizada para as crianças que estão com o esquema básico contra a pólio completo. “Lembramos aos pais e responsáveis dessa oportunidade de garantir o direito à saúde desses meninos e meninas, que ainda podem aproveitar a ida ao posto de saúde para atualizar a caderneta de vacinação com doses contra outras doenças que, porventura, estejam atrasadas”, acrescenta.

Além da campanha de vacinação contra a poliomielite, a secretaria se mobiliza para atualizar as vacinas das crianças e jovens menores de 15 anos. Todos os imunizantes ofertados gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário