terça-feira, 3 de novembro de 2020

Movimento de Ciro e Lula pode somar para diálogo no Recife

Não só em público se deram as reações críticas de lideranças do PT e do PDT ao encontro recente que o ex-presidente Lula teve com o presidenciável Ciro Gomes. Nas hostes pedetistas, em conversas reservadas, o que se fala é que foi "uma coisa boa, mas na hora errada" e que os dois deveriam "ter deixado passar a eleição" para irem à mesa. Por uma razão: há lugares onde o PT e o PDT estão disputando e essa movimentação pode atrapalhar os discursos de alguns candidatos. Há no PDT quem avalie que essa reaproximação poderia aguardar uns 15 dias. Uma ala argumenta que não se tratou de um encontro dos partidos, mas das duas lideranças, uma vez que a própria presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, condicionou uma reaproximação a um pedido desculpas de Ciro ao PT. Parlamentares sublinham, nos bastidores, que a unidade de ação das duas legendas não passa necessariamente pelo reencontro de Ciro e Lula, mas já está em curso no Congresso Nacional, onde PT e PDT atuam juntos, via blocos da Oposição e da Minoria, liderados por André Figueiredo (PDT) e José Guimarães (PT), respectivamente.

Em Pernambuco, a movimentação de Ciro e Lula foi vista como positiva pelo deputado federal Túlio Gadêlha. À coluna, ele avaliou: "Já era hora de sentarem e conversarem, porque o Brasil não aguenta mais essa divisão no campo progressista". Apesar do distanciamento protagonizado pelas duas siglas, Túlio realça que o PT apoia o PDT em 173 municípios e que o PT tem apoio do PDT em 134. Tem os números de cabeça e, em sua rede social, destacou o encontro. No Recife, aliados da prefeiturável Marília Arraes apostam, há algum tempo, num estreitamento da relação com Túlio. Túlio e Marília tem canal de diálogo aberto e essa aproximação nacional, encabeçada por Ciro e Lula, eventualmente, pode somar para catalisar um entendimento na Capital, onde o PDT apoia João Campos, mas Túlio ainda não declarou voto e nem fala sobre isso. (Coluna de Renata Bezerra de Melo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário