Estudante da Uast, em Serra Talhada, vence concurso na Rússia



O estudante de Licenciatura em Letras da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE/UAST), em Serra Talhada, Deustar Augusto Carvalho Alves, 26 anos, obteve o primeiro lugar no 1º Fórum Internacional de Idiomas promovido pela Bashkir State Medical University, da Rússia.

O rapaz é natural da cidade Barão de Grajaú, no Maranhão, e mora e estuda na Capital do Xaxado há oito anos. Augusto é fluente em língua inglesa e também estuda francês e espanhol.

Atualmente ele é professor do Colégio de Aplicação, em Serra Talhada. O fórum que ele participou aconteceu nos dias 15 e 16 de março e o estudante concorreu com russos, com alunos estrangeiros residentes na Rússia e em outros países, como China e Brasil.

O TRABALHO

O trabalho foi orientado pela professora Bruna Lopes-Dugnani (UFRPE/UAST), e chama-se Brazil in the Voice of Maria Bethânia: A Metaphor for Motherland (O Brasil na voz de Maria Bethânia: uma metáfora para pátria).

Na carreira acadêmica Augusto Carvalho atua como bolsista do Programa Idiomas sem Fronteiras na UFRPE, e concorreu ao fórum na categoria “Apresentação em Vídeo” sobre o tópico “Representação Criativa da Língua”.

O CONCURSO

Em conversa com o FAROL, Augusto Carvalho enfatizou que o concurso é uma iniciativa para estreitar laços culturais e de produção científica de países e centros universitários.

Além de despertar o interesse pela língua russa, especialmente nos países integrantes do Brics (o grupo econômico formado por Brasil, Rússia, Índia e China).

“O professor Júlio Vila Nova entrou em contato falando do concurso porque ele teve um aluna de intercâmbio na UFRPE, a Ana Sidorova, que convidou ele para participar. No vídeo tem o comentário de como ela representa o sentimento de pátria diante de tantos conflitos. O Brasil não é mais só o país do futebol, do carnaval; o Brasil é o país do frevo e da vaquejada também. E recebemos a notícia do primeiro lugar e eu ainda estou ariado, é uma conquista muito boa. Estamos levando o nome da nossa universidade para fora do país”, contou. (  Farol com informações do site da UFRPE )

Comentários

Anterior Proxima Página inicial