Operação prende suspeitos que agiram no Banco do Brasil em Carnaíba, também assaltos a bancos e carros-fortes no Nordeste



A Polícia Civil de Pernambuco, com apoio da Polícia Militar, executou mandados de prisão preventiva nesta terça-feira (13) nas cidades de Floresta, Serra Talhada, Salgueiro, Cabrobó, Petrolina, Trindade, Garanhuns e Bom Conselho. Os alvos são integrantes de uma organização que vem promovendo, há mais de 2 anos, sucessivos assaltos com uso de explosivos e a mão armada a bancos e carros-fortes do Sertão e Agreste pernambucano e em cidades de Alagoas, Bahia, Paraíba e Ceará.
Assista o vídeo


Uma das cidades onde os suspeitos agiram de acordo com sub - chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão, foi a cidade de Carnaíba, no Sertão do Estado, onde o prédio ficou totalmente comprometido, e assim como outras cidades como: Agências em do Banco do Brasil em Buíque, Águas Belas, Missão Velha, Ipubi, Terra Nova e Verdejante. Além de explosões em Agências do Banco do Brasil, também explodiram agências do Bradesco.  

Deste grupo, estão identificados bandidos que participaram de um assalto a uma agência do banco do brasil de águas belas, onde mais de 30 pessoas foram feitas reféns em dezembro de 2016, o que originou a operação chamada Fulni-Ô, etnia indígena sediada no município do agreste Pernambuco.

Segundo Neemias Falcão, sub-chefe da Polícia Civil, os criminosos correspondem a um grupo altamente perigoso.

Por conta do raio atuação e da dificuldade geográfica entre os municípios das prisões mais de 112 policiais civis atuaram juntos na execução de 28 mandados de busca e apreensão e em boa parte de 43 mandados de prisão preventiva expedidos da Justiça de Pernambuco.

Apreensões

Durante as prisões a polícia apreendeu carros, motos, armas e artefatos explosivos utilizados pelo grupo, além de dinheiro. “Nós temos revólveres, armas de uso restrito das forças.

Até o fim da manhã desta terça-feira, 30 pessoas ligadas ao grupo tinham sido presas, sendo 15 alvos soltos e 15 do sistema prisional. Durante esta quarta-feira (14), o chefe da Força-Tarefa Interior II, o delegado Arioto Esteves, comandará a apresentação consolidada da operação Fulni-Ô, no prédio sede da Polícia Civil aqui no Recife. 

Texto: http://radiojornal.ne10.uol.com.br/Blog do Ivonaldo Filho -  Vídeo: Revista do Vale

Comentários

Anterior Proxima Página inicial