Juízes e desembargadores eleitos pelos advogados como os melhores no atendimento recebem medalha da OAB Pernambuco na quinta, dia 23.08



Como forma de reconhecimento ao trabalho de juízes e desembargadores no estado, a OAB Pernambuco instituiu nesse ano a Medalha Antônio de Brito Alves. É a primeira medalha concedida a partir da votação espontânea e direta de advogados e advogadas. A cerimônia de outorga será na próxima quinta-feira (23), às 19h, no Auditório Fernando Santa Cruz, na nova sede da instituição, no Recife, e seis magistrados receberão a medalha: um juiz e um desembargador da Justiça Estadual, da Justiça Federal e da Justiça do Trabalho de Pernambuco.

Na Justiça Federal, os mais votados pelos advogados foram o desembargador presidente do Tribunal Regional Federal/5ª Região, Manoel de Oliveira Erhardt, e a juíza Nilcéa Maria Barbosa Maggi, lotada na 5ª Vara, atual coordenadora da Central de Conciliação do TRF5. O desembargador Sérgio Torres Teixeira e o juiz Gustavo Henrique Cisneiros Barbosa foram os mais votados pelo desempenho na Justiça Trabalhista. E na Justiça Estadual os mais votados foram o desembargador Stênio José de Sousa Neiva Coêlho e o juiz Clicério Bezerra e Silva. Os juízes mais votados em 2º e 3º lugares serão apresentados na solenidade.

 “É a primeira comenda na área jurídica em Pernambuco onde os homenageados foram escolhidos por indicação livre e direta da advocacia. Ela foi instituída como forma de reconhecimento aos juízes, juízas, desembargadores e desembargadoras que se destacam pela atividade judicante e pela disponibilidade e cordialidade para o despacho tanto com profissionais da advocacia como jurisdicionados e jurisdicionadas, na avaliação dos advogados e advogadas pernambucanos”, destaca o presidente da OAB-PE, Ronnie Preuss Duarte.

A eleição direta ocorreu entre a segunda quinzena de julho e a primeira semana de agosto de 2018 por meio de formulário enviado pelo Recorte Digital, serviço de publicações oficiais recebido pelos advogados e advogadas diariamente por e-mail com acesso disponibilizado gratuitamente pela OAB-PE para os profissionais da advocacia em dia com a anuidade.

Medalha Antônio de Brito Alves – A escolha do nome de Antônio de Brito Alves para a medalha foi feita pelo Conselho Pleno da OAB-PE. Nascido no Recife em 15 de maio de 1921 e graduado em 1947 pela Faculdade de Direto do Recife, atuou na defesa de presos políticos e de perseguidos pela ditadura no Brasil na segunda metade do século XX. Integrou a Academia Pernambucana de Letras e foi um dos responsáveis pela implantação do curso de Direito da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), onde recebeu foi professor do ano e paraninfo de diversas turmas de graduação. Em 1986, Antônio de Brito Alves assumiu a função de desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Faleceu em 23 de abril de 1991.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial