PGR denuncia presidente Temer e mais cinco pessoas no Inquérito dos Portos

Foto Internet

Do UOL, em São Paulo

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou nesta quarta-feira (19) a terceira denúncia contra o presidente Michel Temer (MDB) e mais cinco pessoas ao STF (Supremo Tribunal Federal). Desta vez, Temer é denunciado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do inquérito dos Portos.

A denúncia foi feita a 12 dias do término do mandato do emedebista como presidente e um dia antes do recesso do Judiciário, que vai até fevereiro. Em outubro, Temer já havia sido indiciado pela Polícia Federal no caso.

Dodge denunciou, além de Temer, os responsáveis pela Rodrimar e pela Argeplan, Antônio Celso Grecco e o coronel João Baptista Lima; o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures; Ricardo Conrado Mesquita e Carlos Alberto da Costa.

Procurados pela reportagem, nenhum dos denunciados ainda se manifestou.

Como Temer perderá o foro privilegiado a partir de 1º de janeiro de 2019, Dodge requereu ao relator do caso no STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro Luis Roberto Barroso, que a denúncia seja encaminhada para a 10ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, que decidiria se torna o presidente réu ou não.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial