Acidente mata afogadense que vivia em Tabira


Por: Blog do Nill Júnior

Um grave acidente deixou saldo de uma pessoa morta na PE 320, entre Brejinho de Tabira e a sede. Viviane Souza, 31 anos, estudante de odontologia, morreu quando seu carro foi atingido por uma D-10. Ela ficou presa as ferragens e não resistiu.

Ela era filha de Afogados da Ingazeira e casada com o tabirense Valdeir, conhecido por Deir, nora de Xavier da Borracharia. Tinha dois filhos. Estudava Odontologia na FIP, em Patos e estava no último período. Já havia sido professora em Afogados.

Viviane passou o dia em Afogados no Barcheff e retornou a Tabira. De lá seguia sentido povoado da Arara onde seu marido tem uma chácara. Na hora do acidente Viviane seguia sozinha num carro Corsa e seu marido ia atrás de moto com um dos filhos. Eles presenciaram o acidente. O marido ficou desesperado.

Preliminarmente, a informação é de que foi atingida por estar em sentido contrário. Ela ultrapassou o esposo que ia de moto e não voltou para a faixa correta. Se chocou com uma Caminhonete D-10 que transportava bois, no lado do passageiro.

Os pais, que são ligados a uma denominação evangélica de Afogados, estão bastante abalados, assim como os demais familiares. A irmã, Vandilma, trabalha na prefeitura de Afogados da Ingazeira. Nas duas cidades há muita comoção.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial