Caça da FAB cai durante exercício militar


A Força Aérea perdeu um de seus caças A-1B durante o exercício militar conduzido em Canoas, no Rio Grande do Sul. Segundo dados preliminares, o avião caiu em uma área rural na cidade de Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre.

Ambos os pilotos conseguiram ejetar e foram resgatados por uma equipe de busca e salvamento da FAB. De acordo com comunicado oficial os pilotos passam bem e recebem acompanhamento médico.

Ainda que sem detalhes sobre o motivo que levou os pilotos a ejetarem do avião, as informações preliminares apontam uma falha técnica que forçou o abandono do caça.


O A-1, mais conhecido como AMX, é um avião de ataque ar-superfície utilizado em missões apoio aéreo aproximado, reconhecimento aéreo e de interdição, A aeronave projetada pelo Brasil e a Itália, na década de 1980. O primeiro caça A-1 entrou em operação na FAB em 1989, tendo suas últimas unidades entregues em meados de 1999. Um amplo programa de modernização na FAB passou a atualizar os principais sistemas, incluindo  radar multimodo, novos sistemas de navegação e mira, novos equipamentos para enganar os sistemas de guiagem de mísseis inimigos e uma cabine mais moderna, entre outras modificações. A maior parte dos sistemas foi padronizado ao existentes nos Super Tucano, os turbo-hélices de ataque leve desenvolvidos pela Embraer, e nos F-5M, também modernizados. O primeiro A-1M foi entregue a FAB em 2013, permitindo uma sobrevida ao modelo, que deverá operar ao menos até meados de 2030, quando devem ser substituidos por um novo lote do Gripen E/F, que serão os caças padrão na força aérea brasileira. Atualmente os Esquadrões Poker e Centauro, ambos da Base Aérea de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, ainda operam as versões A-1A e A-1B, de primeira geração.

NOTA NA INTEGRA DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA

O Comando da Aeronáutica informa que dois pilotos da Força Aérea Brasileira (FAB) ejetaram-se, na tarde desta sexta-feira (05/04), nas proximidades do município de Viamão (RS), após detectarem uma falha técnica na aeronave de caça A-1 M durante treinamento. A aeronave foi direcionada a uma região desabitada.
Os pilotos passam bem e recebem acompanhamento médico.
Equipes de investigação da FAB estão se deslocando até o local para apurar os fatores contribuintes da ocorrência.
(AeromagazineUol)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial