Balanços apontam manifestações em mais de 180 cidades de 25 estados +DF


Os balanços da União Nacional dos Estudantes e do Portal G1 apontam que até o começo da noite havia registro de manifestações em ao menos 183 cidades de 25 estados e Distrito Federal. A participação foi muito maior que os “protestos” a favor de Bolsonaro no domingo (26).

A manhã desta quinta-feira já começou agitada em diversas cidades do Brasil. Em Salvador, 40 mil pessoas foram às ruas.No Distrito Federal, 30 mil. Dessa vez, municípios com menor número de habitantes também organizaram manifestações, como foi em Araraquara e Tupã, em SP, Luiziânia, em Goiás, Iguatu, no Ceará, entre outras.

“Nossa mobilização segue contra os cortes no orçamento da educação e os ataques à autonomia das universidades. A resposta dos estudantes à falta do diálogo do governo e a forma como trata a educação e a pesquisa está nesse grande movimento nas ruas”, avaliou Marianna Dias, presidenta da UNE.

Pela tarde grandes manifestações acontecem também no Rio de Janeiro,com 100 mil pessoas, São Paulo com quase 250 mil pessoas. Na capital pernambucana, Recife, foram 100 mil pessoas nas ruas. Belém do Pará somou 40 mil pessoas. São Luís do Maranhão levou 30 mil às ruas e Macapá, no norte do país, levou 20 mil.

Curitiba foi um caso à parte. Mesmo com mau tempo e frio, milhares de pessoas se reuniram em frente ao prédio histórico da UFPR para a reinstalação da faixa “Em Defesa da Educação”. Desta vez, foi instalada uma faixa muito maior da que os bolsomínions arrancaram no domingo passado.

Com informações da UNE e do G1.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial