Câmara de Serra Talhada vota Moção de Repúdio contra Bolsonaro


A Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST) vota nesta segunda-feira (27) a Moção de Repúdio 013/2019, de autoria do vereador Sinézio Rodrigues (PT), contra o ministro da Educação, Abraham Weintraub e contra o Presidente da República, Jair Bolsonaro.

A justificativa do parlamentar é se contrapor ao corte de 30% no orçamento das Universidades e Institutos Federais de Educação.

“No dia 17 deste mês, a reitora da UFRPE, por meio de um ofício, informou o cancelamento de contratos de serviços relacionados a seguranças, limpeza, manutenção e cuidado com os animais, acarretando 112 demissões. Dessas demissões, 15 foram feitas na Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST). Pais e mães de família que agora estão sem trabalho, sem uma forma digna de sustento por vaidade ideológica de um governo que diz apoiar o cidadão de bem. Será que esses 15 chefes de família, que hoje estão desempregados, não mereciam a compreensão e o respeito do governo? Será que para Bolsonaro e para seus ministros, os mais de 13,1 milhões de desempregados, em nosso país, não são suficientes?”, questionou Rodrigues.

A temperatura deve aumentar no plenário da Casa Joaquim de Souza Melo, à partir das 20h, uma vez que estudantes prometem ocupar o espaço em apoio à proposta, e líderes bolsonaristas devem brigar pela desaprovação do repúdio. A informação é do Farol de Notícias.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial