Circuito de Queijo Artesanal de Pernambuco contribui para fortalecer o setor


O secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, reafirmou o compromisso da sua pasta e do Governo de Pernambuco com o fortalecimento da cadeia produtiva do queijo em Pernambuco como alternativa para fomentar o desenvolvimento do Agreste Setentrional. Durante a segunda etapa do 1º Circuito de  Queijo Artesanal de Pernambuco, realizada neste sábado (27), em Garanhuns, Dilson destacou as ações da secretaria para fomentar o desenvolvimento do setor.

"Temos mantido contato frequente com os produtores e, através da Adagro (Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária) temos buscado contribuir para a formalização das queijarias artesanais de Pernambuco", afirmou o secretário, que acompanhou a realização desta etapa do circuito, realizada dentro da programação do Festival de Inverno de Garanhuns.

Ainda de acordo com Dilson, eventos como o Circuito de Queijo Artesanal, promovido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, Adagro (órgão vinculado à SDA); Itep, Sebrae, Sindicato dos Produtores de Leite e Associação de Certificação do Queijo Coalho de Pernambuco (CQP); ajudam a melhorar a qualidade do queijo artesanal, através da concorrência saudável entre os produtores. "Quanto mais investirmos em qualidade, mais forte estaremos no mercado e poderemos expandir nossa presença em todo o território nacional", ressaltou Dilson.

"Essa parceria tem papel fundamental para fortalecer essa cadeia, mas ainda temos muito o que fazer. E a Assembleia Legislativa de Pernambuco continua a disposição para continuar trabalhando pelo desenvolvimento das nossas queijarias", afirmou o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros.

O Circuito teve como vencedores a VeleLac, na categoria Queijo Manteiga; e a Leite Nobre, na categoria Queijo Coalho. Ao todo, 24 queijarias disputaram o título de melhor queijo coalho de Pernambuco e 10 o título de melhor queijo manteiga.

"Independentemente da premiação, todas as queijarias que participam do circuito são vencedoras, já que para estar aqui elas precisaram passar por uma pré-qualificacação, realizada pela Adagro, que atesta que elas estão aptas a comercializar seus produtos em todo o Estado", explicou o gestor do Centro Técnico de Laticínios do Itep, Benoit Paquereau.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial