Previdência conta com 42 dos 49 votos necessários para aprovação no Senado


O placar da votação para a reforma da Previdência já acumula 42 votos no Senado Federal. Com 81 senadores no total, são necessários 49 votos para que a proposta seja aprovada. Mas antes, a reforma ainda precisa passar pelo segundo turno na Câmara dos Deputados.

Estimativa foi feita pelo ‘Estadão’ na última semana, quando os destaques ainda eram analisados pelos deputados, e número já representa mais da metade de todos os senadores.

15 deles só irão se posicionar quando a proposta entrar na Casa e 11 se manifestaram contrários. Sete senadores não foram encontrados, um se declarou indeciso e quatro não responderam.

Acordo

A ideia do governo é promulgar a reforma na Semana da Pátria, em setembro. Porém esse prazo pode ser adiado caso o texto seja mudado pelos senadores. Para evitar o atraso, está sendo implementado um acordo para que a inclusão de Estados e municípios, defesa em comum entre senadores, e eventuais alterações sejam feitas em proposta paralela, que, depois de votada pelos senadores, voltaria para a análise dos deputados.

O senador cotado para ser relator da reforma no Senado, Tasso Jereissati, defende que ‘é grande a chance de incluir municípios e estados na reforma’, e diz que PEC paralela seria uma saída para que isto aconteça.

Leia a íntegra no JC Online/com informações do Estadão

Comentários

Anterior Proxima Página inicial