São José da Coroa Grande registra 17 casos de intoxicação por contato com óleo

Foto: Tarciso Augusto/Esp.DP. (Foto: Tarciso Augusto/Esp.DP.)

Em uma semana, o município de São José da Coroa Grande, no Litoral Sul de Pernambuco, registrou 17 casos de intoxicação por contato com o petróleo cru. Voluntários que realizaram a limpeza da praia sentiram dor de cabeça, dificuldade respiratória, tontura e náusea após ter contato com o material tóxico.

Os atendimentos foram realizados no Hospital Osmário Omena de Oliveira. A maior parte dos casos foi registrada durante o último fim de semana. A partir de agora, o município irá monitorar esses pacientes para saber se apareceram outros sintomas.

"Não foi necessário internar esses pacientes. Eles chegaram com dor de cabeça intensa, tontura, enjoo e manchas na pele. A conduta do município é notificar todos esses casos por intoxicação até que se saiba que substância é essa", esclareceu a secretária de saúde do município, Taciana Mota.

Emergência

O município teve a situação de emergência reconhecida pelo governo federal. Uma portaria da Secretaria Nacional de Proteção de Defesa Civil, de número 2.499, foi publicada no Diario Oficial da União de ontem. A prefeitura havia decretado situação de emergência em 17 de outubro, um dia depois de fragmentos de óleo reaparecerem nas praias do município.

São José da Coroa Grande é um dos sete municípios nordestinos e o único pernambucano a ter a situação de emergência reconhecida pela União. Ao reconhecer a situação de emergência, o governo federal pode liberar recursos, a partir do pedido de auxílio complementar do município, para se custear as operações emergenciais relacionadas ao desastre ambiental nas praias. As verbas podem ser direcionadas para serviços de limpeza, transporte de material e pontos de coleta. A informação ta no Diário de Pernambuco.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial