Luciana Santos comanda abertura do 4º Seminário Internacional Mulheres e Repúblicas


A governadora em exercício Luciana Santos comandou, na manhã desta segunda-feira (18/11), a solenidade de abertura do 4º Seminário Internacional Mulheres e Repúblicas: Um Olhar das Mulheres sobre a Democracia Hoje, no Palácio do Campo das Princesas. Realizado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco, o evento busca discutir a participação das mulheres nos fenômenos políticos da sociedade ao longo dos 130 anos de República brasileira. A cerimônia contou ainda com a presença da primeira-dama do Estado, Ana Luiza Câmara.

Luciana Santos substitui o governador Paulo Câmara, que está em viagem oficial ao exterior. Ela defendeu que, para além de garantir políticas públicas que contemplem os direitos das mulheres, o debate de ideias é sempre necessário para seguir alcançando novas conquistas. “Precisamos elevar a consciência política e, para elevar a consciência política, esses seminários são fundamentais, porque resgatam muito do que foi o papel da mulher na luta pela democracia, na luta pela república”, afirmou Luciana.

A presidente e sócia da The Connections Group, Catherine Allen, foi a palestrante da primeira mesa, com o tema “A Contribuição Feminista à Democracia”. Em um segundo momento, a secretária executiva da Secretaria da Mulher, Ana Callou, coordenou a mesa que abordou a temática “Mulheres de Partidos e suas Instâncias de Empoderamento”.

“É uma grande satisfação estar no centro do poder de Pernambuco, no Palácio do Campo das Princesas, com o dia dedicado às mulheres. Isso é um indicador de que as mulheres do nosso Estado, do nosso Nordeste, querem sim fortalecer a democracia”, pontuou a secretária da Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro, que coordenou a terceira e última mesa do seminário, na qual traçou um panorama da representatividade das mulheres à luz das eleições de 2018.

Também estiveram presentes a secretária da Controladoria Geral do Estado, Érika Lacet;  o cônsul geral dos Estados Unidos no Recife, John Barrett; a promotora de Justiça do Ministério Público Federal, Andrea Nunes; a gerente de Formação e Gênero da Secretaria da Mulher, Juliana Gouveia; e a representante das Juntas Codeputadas, Jô Cavalcanti.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial