Navios serão afundados em Pernambuco para atrair mergulhos de contemplação


A Embratur e o IBAMA pretendem afundar vinte e cinco navios em Pernambuco para promover a prática do mergulho e da contemplação. Destes, doze serão na praia de Porto de Galinhas.

O comunicado foi dado em coletiva após a abertura do Visit Pernambuco pelo presidente da Embratur, Gilson Machado Neto. As embarcações Riobaldo e Natureza já haviam sido naufragadas no município de Tamandaré pela mesma medida em setembro de 2019.

"Temos a ambição de transformar o Brasil no maior player do mundo em mergulho de contemplação. Não temos terremotos, não termos furacão e isso tudo contribui. O turista de mergulho passa no mínimo dez dias no destino. No mundo todo o Recife Artificial aumenta a quantidade de vida marinha. Essa medida vai favorecer e desenvolver o turismo nessas regiões", apontou o presidente da Embratur.

O plano pretende afundar vagões, aeronaves, estátuas, viaturas blindadas e embarcações em áreas ideais para mergulho, em vista de trazer investimento e desenvolvimento para pousadas, hotéis e resorts das regiões.

A medida faz parte do Programa Nacional de Revitalização do Ecoturismo Náutico promovido pela Embratur, que foca no turismo náutico, com o objetivo de reformular políticas públicas aliando desenvolvimento e sustentabilidade no segmento do mergulho e estimular o turismo brasileiro no cenário internacional. (Diário de Pernambuco)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial