Prefeitura de Solidão realizou o 1° Seminário de Saúde Mental em alusão ao 'Janeiro Branco'


A Prefeitura de Solidão, no Sertão do Pajeú, interior de Pernambuco, por meio da Secretaria de Saúde, Coordenação do NASF e Gerência de Saúde Mental, realizou o 1° seminário de Saúde Mental em alusão ao janeiro Branco, campanha que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de cuidar da saúde mental. Uma campanha idealizada pelo psicólogo Leonardo Abrahão, a qual vem para quebrar tabus sobre a necessidade irrestrita de terapia e partilhar informações sobre os principais transtornos.

O prefeito Djalma Alves, destacou a importância do cuidado da saúde mental, ressaltando que sua gestão apoia todas as ações que venha para o bem comum da nossa população. 

O seminário teve como objetivo fortalecer o cuidado em saúde mental alicerçando os princípios da reforma psiquiátrica, visando a integração de instituições, profissionais, usuários, familiares e comunidade em geral. 

A secretaria de Saúde Damiana Alves ressaltou a importância do cuidado à Saúde Mental, fortalecendo seu apoio às equipes para juntos desenvolverem ações voltadas à temática abordada.

Os profissionais que conduziram a roda de conversa tiveram suas falas todas voltadas ao trabalho multiprofissional aonde a junção do bem-estar mental leva ao bem-estar físico.

A psicóloga do NASF Telma Melo abordou como devemos lidar com as emoções, já a nutricionista do NASF, Fernanda Brito, ressaltou a importância nutricional dos alimentos e como reage ao nosso organismo.

O psicólogo da Unidade Mista Jefferson Ferreira abordou a importância da psicoterapia e a fisioterapeuta do NASF abordou a temática das dores psicossomáticas.

O seminário teve como Palestrante a Dra. Vaubéria Timóteo Macedo, que falou sobre a associação das terapias e da medicação na saúde mental. Foi aberto espaço para, perguntas as quais foram respondidas pelos profissionais acima citados! Participaram do seminário funcionários de toda a rede municipal; estudantes do técnico em Enfermagem e a população em geral.


Comentários

Anterior Proxima Página inicial