Rosto de Bolsonaro feito de lixo estampa pôster da banda russa Pussy Riot no Brasil

A banda russa se apresenta no festival Verão Sem CensuraFoto: Divulgação/Pussy Riot

Um amontoado de barris de lixo tóxico, poluição e armas compõe um mosaico que dá forma ao rosto do presidente Jair Bolsonaro. A ilustração estampa o pôster do show do grupo feminista Pussy Riot.

A banda russa se apresenta em São Paulo na quinta-feira (30), como parte do festival Verão Sem Censura, promovido pela prefeitura da cidade.

Em postagem na página oficial da banda no Facabook, lê-se: "Sobre esta cabeça feita e cheia de restos [lixo], as Pussy Riots cantam e dançam. Façamos aqui nossa revolta sobre esta cabeça monumento-destruição".


"Somos agora Pussy Riots espalhados por todo o planeta e aqui no Brasil vamos cantar, dançar e nos revoltar como se estivéssemos sobre esta cabeça-busto-desgoverno-monumento-vazia de ideias. E façamos dela detritos!!!"

Em 2012, as integrantes do Pussy Riot fizeram uma apresentação performática na catedral de Cristo Salvador, um dos principais templos da Igreja Ortodoxa Russa, em Moscou.

Vestiram gorros para o cobrir o rosto –até então, até mesmo quando davam entrevistas, eram anônimas - e tocaram o que classificaram como uma oração punk, "Virgem Maria, Tire o Putin do Poder". A performance, que criticava o apoio da Igreja ao político, durou 90 segundos, foi ao YouTube, e causou reboliço no país.

Em abril de 2019, a produção do grupo Dead Kennedys, para a divulgação de turnê pelo Brasil, criou um pôster exclusivo para o país. A família do palhaço Bozo está vestida com camisetas da seleção brasileira segurando armas. Para completar o cenário, tanques de guerra e uma favela pegando fogo. Um dos personagens diz: "Eu amo o cheiro de gente pobre morta pela manhã". Os shows acabaram sendo cancelados. 
Por: Folhapress

Comentários

Anterior Proxima Página inicial
Blog do Ivonaldo Filho - Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.