Advogados pedem ao MPF avaliação psiquiátrica para Jair Bolsonaro, por causa do coronavírus


Com informações do Congresso em Foco

Um grupo de oito advogados solicitou ao Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF) um teste de avaliação psiquiátrica para o presidente Jair Bolsonaro por consideram que ele seja incapaz para os atos da vida civil. A publicação na íntegra foi feita neste sábado (21) e as informações divulgadas pelo site Congresso em Foco.

Atitudes

O conjunto se intitulou de "Advogados e Advogadas pela Democracia’’ e o motivo do pedido ao MPF são as atitudes do presidente da República diaente da pandemia de coronavírus.

"Ante o exposto, requer-se seja apreciada a presente representação, na perspectiva de que o MPF/DF, no exercício de sua legitimidade constitucional e legal, proponha ação judicial destinada à interdição do representado, com pedido de constituição imediata e urgente de uma Junta Médica para a sua avaliação psiquiátrica, que possa embasar, se necessário, a sua interdição e a designação um curador, diante de sua incapacidade para o exercício dos atos da vida civil, mormente o exercício do cargo para o qual foi eleito e empossado", diz um trecho da solicitação.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial