Pressionado, Mandetta contraria Bolsonaro e reforça: "mantenham as recomendações dos estados'



Na contramão do que vem defendendo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, pediu, nesta segunda-feira (30), em entrevista coletiva, que a população mantenha as recomendações dos estados brasileiros para conter o avanço do novo coronavírus (covid-19)

"Tenho dialogado com os secretários municipais e estaduais dentro do que é técnico, dentro do que é científico, dentro do planejamento. O que (conversamos) é o que a gente precisa ter na saúde nesta semana, e nas outras semanas, para que a gente possa imaginar qualquer tipo de movimentação que não seja esta que a gente está", disse Mandetta.

E complementou: "Por enquanto mantenham a recomendação dos Estados, porque essa é, no momento, a medida mais recomendável, já que nós temos muitas fragilidades no sistema de saúde, que são típicas não de falta do ministério da saúde ou do governo."

O presidente vem há dias contrariando o que indicam as autoridades de saúde no combate à doença. Nesse domingo, ele saiu às ruas de Brasília para visitar comércios locais e cumprimentar populares. Bolsonaro chegou a recomendar que "todos os políticos" saiam às ruas para, em sua avaliação, entender a realidade do País.

O ministro participou nesta segunda-feira (30) da primeira coletiva sobre o coronavírus realizada no Palácio do Planalto, com a participação de responsáveis por outras pastas. Até então, os anúncios à imprensa acerca da crise sanitária eram comandados por ele e ocorriam no Ministério da Saúde.

Em vários momentos da coletiva, o ministro repetiu que o Ministério da Saúde segue com um posicionamento "técnico" diante da pandemia. "A pasta Saúde continua se guiando pelo que é técnico, pelo que é científico", disse em uma das vezes.

Segundo balanço divulgado nesta tarde pelo Ministério da Saúde, o número de mortes em razão do novo coronavírus subiu de 136 para 159 desse domingo (29) para esta segunda-feira (30). Já os casos confirmados saíram de 4.256 para 4.579. Por JC Online.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial
Blog do Ivonaldo Filho - Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.