Programa Compra Local: 2ª semana de distribuição contempla mais 5 mil famílias de 13 municípios, Carnaíba na lista


O Governo de Pernambuco, por meio do Programa Compra Local, contabiliza a entrega de novos cinco mil kits alimentares, em 13 municípios do estado. Esta é a segunda semana de distribuição e implementação da iniciativa, que soma o repasse de 10 mil cestas para famílias em situação de vulnerabilidade social. Os alimentos que compõem o kit foram comprados pela Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), empresa pública ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, a 23 cooperativas e associações de pequenos agricultores e produtores rurais por meio de chamamento público montado para selecionar fornecedores. Tais entidades representam 530 famílias agro produtoras de 20 municípios de todas as regiões de Pernambuco.

No total, 17 municípios foram atendidos, até o momento, pelo programa. Na primeira semana, os itens chegaram em Sirinhaém e São José da Coroa Grande, na Mata Sul; Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife e Goiana, na Mata Norte. Nesta semana, os produtos foram destinados para Barreiros, Pombos, Rio Formoso, e Tamandaré na Mata Sul; Jaboatão dos Guararapes e Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife; Arcoverde e Sertânia, no Sertão do Moxotó; Carnaíba, no Sertão do Pajeú; Bonito e Lagos dos Gatos, no Agreste Central; Frei Miguelinho, no Agreste Setentrional e Venturosa, no Agreste Meridional.

O Compra Local foi lançado em 14 de abril e a AD Diper está investindo R$ 1 milhão na aquisição dos gêneros alimentícios in natura e processados para transformá-los em 20 mil kits. A AD Diper realizou as compras dos produtos de acordo com a classificação das entidades, baseado no menor preço, facilidade na logística e volume a ser ofertado.

Entre os itens comprados e doados estão mel, leite de cabra, queijo coalho, abacaxi, alface, a banana pacovan, a farinha de mandioca, a goiaba, a manga, a mandioca, a batata doce, o ovo de galinha, o ovo de codorna e o jerimum. A Cervejaria Ambev doou 10 toneladas de goma de mandioca que incrementaram parte dos kits fornecidos a população.

O programa conta com o apoio do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PE, que está com suas equipes no Recife e em Arcoverde auxiliando no armazenamento e na organização dos kits, por meio do Banco de Alimentos do Sesc PE. De acordo com o presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, a parceria com o Sesc PE é um dos principais fatores de sucesso do programa. “É uma equipe organizada, que já possui experiência na distribuição adequada de alimentos, por meio do seu consolidado Banco de Alimentos”, ressalta.

O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PE, Bernardo Peixoto, reforça a importância da parceria. "Em um momento no qual as instituições precisam se unir para contribuir com a população na busca por soluções durante o período de isolamento, a parceria do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PE com a AD Diper faz um papel importante de ajudar os pequenos produtores e pessoas em situação de vulnerabilidade social. Esta ação está em consonância com o compromisso do Banco de Alimentos, que anualmente ajuda 400 instituições e atende 150 mil pessoas", pontua.

Nessa primeira etapa, as Secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e de Meio Ambiente e Sustentabilidade se envolveram fortemente com a distribuição. A classificação das famílias contempladas foi realizada seguindo parâmetros como: municípios com 11 casos ou mais confirmados da Covid-19; municípios com casos de óbito causado pela Covid-19 e municípios onde o número de famílias que não recebem o Bolsa Família está acima da média estadual de acordo com o porte populacional. O programa ainda contemplou pescadores e marisqueiras da Mata Sul do estado, afetados pela crise do óleo em praias do litoral brasileiro.

A ação também conta com a colaboração do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), ligado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário, responsável por coletar os produtos diretamente nos municípios produtores.

O Secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes destaca, que essa é mais uma ação do Governo de Pernambuco para atender às famílias em situação de vulnerabilidade. “Além do Compra Local, que garante o apoio a produtores da agricultura familiar e aqueles que nesse momento precisam de alimento, temos atuado em diversas frentes, com a distribuição de cestas básicas envolvendo segmentos e categorias variadas. Esse é um esforço conjunto que envolve diversas secretarias para atender quem mais precisa”, afirma.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial
Blog do Ivonaldo Filho - Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.