terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Presidência? João Campos diz que sonho de crescer na carreira é normal

Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Filho do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, o deputado federal João Campos (PSB) ainda não anunciou a pré-candidatura à Prefeitura do Recife em 2020, que deve ser a estratégia do partido na capital.

Questionado pelo jornal O Estado de S. Paulo se deseja um dia disputar a presidência da República como o pai, que morreu em 2014 durante a campanha, afirmou que querer crescer é natural em qualquer carreira.

“Hoje, nosso foco é cumprir o mandato e, no momento oportuno, fazer a discussão das eleições municipais. A gente acredita que é no início do próximo ano. É preciso primeiro discutir um projeto para depois os nomes”, afirmou sobre as eleições 2020.

Após ter sido recordista de votos para deputado federal em 2018, João Campos é o principal nome do PSB para a sucessão do também socialista Geraldo Julio, que está no segundo mandato na Prefeitura do Recife.

Sobre a presidência, João Campos enfatizou que vive o presente, mas que, “cumprindo esse passo com muita decência e correção”, poderia sonhar com a disputa ao cargo.

“Se um jogador entra em um clube da terceira divisão do Campeonato Brasileiro, um dia quer jogar a Liga Inglesa ou Espanhola e ganhar a Copa do Mundo. É natural de qualquer carreira”, comparou.

Perguntado quem foram os melhores presidentes do Brasil, respondeu que na história recente citaria Lula, Juscelino Kubitschek e Getúlio Vargas.

A entrevista abordou ainda temas polêmicos. João Campos disse ser contra a liberação do porte de armas e do aborto, argumentando que a legislação atual brasileira já é eficiente na opinião dele. Já sobre a legalização da maconha, disse que é um tema que deve ser enfrentado porque não é eficaz a retórica de que a proibição ajuda na prevenção da violência. por Amanda Miranda em Notícias/Blog de Jamildo

Nenhum comentário:

Postar um comentário