terça-feira, 23 de junho de 2020

Argentina põe alerta de perigo na fronteira com RS por nuvem de gafanhotos

Do UOL, em São Paulo.

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agro-Alimentar (Senasa), do governo da Argentina, emitiu um alerta de perigo na fronteira com o Rio Grande do Sul devido ao avanço de uma nuvem de gafanhotos que vem sendo monitorada desde maio pelo país vizinho.

A nuvem veio do Paraguai e chegou à província de Santa Fé, na Argentina, no dia 17. Dois dias depois, avançou pelo Rio Paraná até Corrientes. De acordo com o Senasa, a previsão é de que, com os fortes ventos, a nuvem chegue hoje à província de Entre Ríos. Autoridades de outras cidades no país, como Córdoba, também monitoram a situação.

O mapa de alerta (veja abaixo) mostra em uma faixa vermelha as regiões do país que estão em "perigo". Parte delas faz fronteira com o Rio Grande do Sul.

O Ministério da Agricultura da Argentina pediu que agricultores comuniquem o aparecimento da nuvem devido ao risco de danos às pastagens. Segundo a pasta, a nuvem se movimentou por quase 100 quilômetros em um dia devido às altas temperaturas e ao vento, e até 40 milhões de insetos podem ser mobilizados.

Imagens divulgadas pelo Ministério e pelo Senasa mostram a chegada da nuvem a Santa Fé e a destruição causada pelos insetos em uma lavoura de milho, ainda em maio, em uma localidade da província de Formosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário