segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Sem consenso, governo ensaia volta de pautas de costume no Congresso

O Planalto ensaia retomar as pautas de costume no Congresso. O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), afirma que entre as prioridades estão aprovar a desburocratização do acesso a armas e a regulamentação da educação em casa - o chamado homeschooling.

Os projetos sobre os temas não se destacaram na pauta no início do ano e ficaram ainda mais travados desde a eclosão da pandemia do coronavírus no Brasil, por volta de março. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não tem proximidade ideológica com os assuntos e não deverá se esforçar para discuti-los de imediato, segundo apurou a reportagem.

O Congresso Nacional está voltado às propostas que buscam combater efeitos sociais e econômicos negativos da pandemia, embora não esteja limitado a elas. Para parte da base governista, apesar dessa dedicação à crise na saúde, é preciso levantar as pautas de costume perante os eleitores de Bolsonaro para que pressionem o Parlamento a discuti-las.

Um grupo de deputados bolsonaristas também acredita que o governo tem, em tese, mais chances de aprovar as pautas de costume com o apoio do centrão, com cerca de 165 dos 513 deputados - grupo informal de partidos que passou a defender mais o governo em troca de cargos na administração pública. Luciana Amaral do UOL, em Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário