terça-feira, 29 de setembro de 2020

Agricultura Familiar de PE receberá investimentos de R$ 47,2 milhões

O governador Paulo câmara anunciou, nesta terça-feira (29), investimento de R$ 47,2 milhões  para os agricultores e agricultoras familiares de Pernambuco e para a população em situação de vulnerabilidade social. O valor é proveniente da edição 2020/2021 do programa de aquisição de alimentos (PAA) federal, na modalidade compra com doação simultânea, e do programa leite de todos (PAA leite). 

A iniciativa beneficiará cerca de 700 mil pessoas em 134 municípios do estado. o anúncio contou com a presença do presidente do instituto agronômico de Pernambuco (IPA), Reginaldo Alves, do secretário do desenvolvimento agrário (SDA), Dílson Peixoto, e do ministro da cidadania, ônus Lorenzoni.

“é um olhar importante para a zona rural, para o setor produtivo e para quem atua no campo. e um olhar importante também para a questão nutricional da nossa população. vai ao encontro do que a gente acredita, de fazer parcerias e, ao mesmo tempo, movimentar o setor econômico, principalmente em uma camada social que precisa desse apoio. vai fazer a diferença para os próximos meses, tão difíceis diante do momento que estamos enfrentando na pandemia do novo corona vírus”, afirmou Paulo câmara.

O paa federal investirá R$ 12,89 milhões, beneficiando 13.540 trabalhadores rurais. Os alimentos adquiridos por meio do programa serão doados para mais de 700 entidades socioassistenciais de todas as regiões – como creches, escolas, instituições de longa permanência para idosos e outras instituições que atendem a populações em situação de vulnerabilidade social e alimentar. já o programa leite de todos (PAA leite) conta com um investimento total de R$ 24,3 milhões, sendo R$ 19,5 milhões do ministério da cidadania, com uma contrapartida de R$ 4,8 milhões do governo de Pernambuco. O programa prevê a compra mensal 984,37 mil litros de leite, tanto de vaca quanto de cabra, e uma média de 32 mil famílias beneficiadas por mês.

De acordo com o secretário de desenvolvimento agrário, Dílson Peixoto, o programa de aquisição de alimentos adquire produtos da agricultura familiar e cria um mercado importante. Dessa forma, o agricultor vende seus produtos a preço de mercado, e esses produtos são, simultaneamente, distribuídos à população vulnerável. “o PAA doação simultânea faz todo o processo de organização, de busca e cadastramento dos agricultores e, do outro lado, através das secretarias da área social, a gente faz o repasse em cada um daqueles municípios onde é feita a aquisição dos alimentos. já na modalidade de PAA do leite, o programa adquire leite de vaca e leite de cabra diretamente dos produtores e faz a distribuição para as comunidades vulneráveis, em cada município, através das secretarias de ação social”, explicou Dílson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário