terça-feira, 1 de setembro de 2020

Programa “Olhar para as Diferenças” disponibiliza Guia para as famílias das crianças com deficiência

Para amenizar a ausência das crianças na escola por conta da pandemia do coronavírus e ajudar as famílias na construção da aprendizagem dos pequenos, o Governo de Pernambuco, lança um Guia para as famílias das crianças com deficiência atendidas pelo Programa “Olhar para as Diferenças”. Com isso, as Secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e a de Educação e Esportes, pretendem contribuir com a aprendizagem e o desenvolvimento das crianças na faixa etária de zero a seis anos de idade, durante o período em que estão ausentes da vivência escolar.

Secretária executiva de Desenvolvimento da Educação do Estado, Ana Selva, explica que o material foi elaborado Gerência de Educação Inclusiva, Direitos Humanos e Cidadania juntamente com a Superintendência de Educação Infantil em anos iniciais visando oferecer apoio a famílias sobre como apoiar suas crianças no período de ausência de atividades escolares presenciais. “A ideia é que a família se sinta apoiada, não na perspectiva de substituir o professor, mas mostrando como ela pode apoiar a criança, principalmente o estabelecimento de vínculos que sabemos que são importantes no desenvolvimento das crianças. É um apoio que a Secretaria de Educação oferece para o programa Olhar para as Diferenças. A cartilha vai trazer orientações para a família de crianças surdas, cegas, autistas, com Síndrome de Down, do Zika Vírus. São várias orientações olhando para singularidade de cada uma das crianças”, explicou.

Segundo o secretário executivo de Políticas para Criança e Juventude, Eduardo Vasconcelos, a parceria com a família, neste momento, é fundamental para possibilitar convivências mais saudáveis, contribuindo com o pleno desenvolvimento das crianças. “Nosso olhar, nesse material, está dirigido às crianças com deficiência, que precisam de uma atenção especial nesse período”, complementa. O guia foi elaborado durante a pandemia pela câmara técnica da educação do Programa olhar para as Diferenças e será encaminhado por meio eletrônico para os profissionais das salas de atendimento educacional especializado e para as famílias.

Entre as orientações, está a necessidade de criar uma rotina para vivenciar experiências significativas com a criança, afinal a rotina é fundamental para o bem-estar e favorece as suas aprendizagens. Outra dica é a importância de valorizar sempre cada conquista da criança, por pequena que possa parecer, pois isso é fundamental para a construção de sua autonomia.

Além disso, o material estimula aos pais e mães participarem das brincadeiras, pois é necessário para as interações sociais, para favorecer convivências saudáveis. O Guia ainda orienta sobre a prevenção do Coronavírus com cuidados como higienizar as mãos, evitar aglomerações e usar máscaras. “No Guia, abordamos dicas como explicar que os pais e mães devem entender que o aprendizado tem que ser a partir do próprio ritmo e perfil da criança. Esclarecemos também que a família deve priorizar aquele momento em que a criança esteja calma, sem sono e alimentada”, afirma a coordenadora do Programa Olhar para as Diferenças, Flávia Veras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário