quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Caixa realiza leilão de 136 imóveis em Pernambuco com até 50% de desconto

Imóveis em cidades de Pernambuco serão leiloados com descontos de até 50%. A Caixa Econômica Federal vai realizar o Grande Leilão de Imóveis on-line com a disponibilidade de 136 imóveis para venda. O certame já está aberto e, até as 10h do dia 2 de dezembro, os interessados podem entrar para fazer sua aposta no site da organizadora, a Gracie Leilões (www.gracieleiloes.com.br). Foi o que informou o Portal Folha de Pernambuco.

Os preços dos imóveis são de R$ 61 mil a R$ 5,9 milhões, disponíveis em cidades como Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Caruaru, Limoeiro, Gravatá, Petrolina e Belo Jardim. São casas, apartamentos, galpões industriais, imóveis comerciais, sobrados e terrenos. "O leilão está com ótimas oportunidades. A Caixa pegou imóveis que ela tem disponíveis em Pernambuco e aplicou descontos de até 50%. São imóveis que não estavam sendo pagos por quem solicitou o financiamento", explicou o leiloeiro oficial e organizador do Grande Leilão de Imóveis da Caixa, Renato Gracie.

A maior parte das propriedades podem ser financiadas e alguns lotes podem ter 95% do seu valor parcelado. "No site tem todas as informações sobre os imóveis. Quem vai conseguir o imóvel é quem pagar mais por ele. O importante é o consumidor ir na sua agência da Caixa antes de dar o lance para saber quanto pode financiar do imóvel e se pode utilizar seu FGTS [Fundo de Garantia por Tempo de Serviço] na compra", disse Renato Gracie.

Se o imóvel estiver com débitos da taxa de condomínio e do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), a Caixa vai quitar antes de ser entregue ao novo proprietário. A Caixa só não quitará esses débitos se o próprio residente que está com débitos adquirir o imóvel em que mora.

O lote mais barato é um terreno na cidade de Limoeiro e o mais caro é a Fazenda Salgadinho, em Timbaúba. "É difícil ter precisão de quantos imóveis serão leiloados porque é imprevisível, mas acredito que deve sair um terço dos imóveis. O público participante é de investidores e também de usuários finais", completou Renato Gracie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário