terça-feira, 17 de novembro de 2020

Governo não tem coragem de enfrentar desafios da economia, afirma Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira (16) que o governo quer votar projetos que são cortina de fumaça por não ter coragem de enfrentar os principais desafios do país, como a manutenção do teto de gastos e a redução do déficit público.


Maia fez as declarações em palestra na ACSP (Associação Comercial de Sâo Paulo), ao comentar o resultado das eleições municipais - os principais candidatos indicados pelo presidente Jair Bolsonaro fracassaram nas urnas.

Para o deputado, a maior influência para o processo eleitoral de 2022 serão as decisões que o governo vai tomar nos próximos meses para melhorar sua situação fiscal.

"Eu acho que o resultado da eleição mostra sim, claro, um fortalecimento de partidos num espectro mais liberal na economia e de maior diálogo na sociedade em outros temas, sem essa radicalização, e acho que, de fato, o impacto para 2022 é sempre uma sinalização", disse. "Mas acho que a sinalização mais forte será das decisões que o governo vai tomar para os próximos seis meses."

Nesse contexto, Maia afirmou que muitos projetos listados pelo governo como importantes são uma "cortina de fumaça". Por Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário