terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Com inscrições on-line, Fundarpe lança os editais do Funcultura da Música e do Microprojeto Cultural

O Governo de Pernambuco, por meio da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), lança nesta terça-feira (5) os editais Microprojeto Cultural 2020-2021 e 5º Funcultura da Música 2020/2021. As inscrições para a seleção pública de projetos culturais, que neste ano serão 100% digitalizadas, integram o principal mecanismo de fomento e difusão da produção artística no Estado, o Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura). Criado há 17 anos, o Funcultura tem um modelo de gestão compartilhada que envolve, além da Fundarpe e da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE), instituições culturais e entidades da sociedade civil representativas da classe artística. Somados, esse dois editais irão ofertar R$ 4,8 milhões para a cadeia produtiva do setor. Incluídos os editais Funcultura Audiovisual e Funcultura Geral, o investimento feito pelo Governo de Pernambuco na seleção de projetos culturais atinge anualmente R$ 32 milhões.

Para participar da seleção dos dois editais, os proponentes deverão estar inscritos no Cadastro de Produtores Culturais (CPC) e ficarem atentos ao período de inscrição de cada um deles. No caso do Microprojeto Cultural 2020-2021, a submissão dos projetos poderá ser feita de 23 de março ao dia 2 de abril de 2021; e do 5º Funcultura da Música 2020/20121, de 3 a 14 de maio de 2021. Ambos terão processo digitalizado de inscrição, por meio do Prosas (prosas.com.br), plataforma que facilita a seleção e o monitoramento de projetos culturais, além de universalizar o acesso ao fomento artístico por meio da internet.

"O Funcultura é a principal ferramenta de difusão cultural do Estado e, como tal, a cada ano reinventa-se e tenta contemplar/incorporar as demandas da classe artística em seus novos editais. A digitalização, uma reinvindicação antiga do segmento cultural pernambucano, já é uma realidade e vai nos permitir a otimização dos processos de seleção e pagamento dos projetos selecionados", ressalta Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, órgão responsável pelo gerenciamento dos recursos do Funcultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário