sábado, 9 de janeiro de 2021

Indonésia: pescadores acham cabos no mar onde avião desapareceu

Os possíveis primeiros destroços do Boeing 737-500 da Sriwijaya Air que desapareceu neste sábado (9) foram encontrados por pescadores e policiais no mar no entorno da ilha de Lake, informou a agência de notícias estatal Antara.

Um vídeo mostra vários cabos sendo retirados da água na localidade onde o avião pode ter caído.

A aeronave decolou do aeroporto de Jacarta às 14h35 (4h35, no horário de Brasília) com destino à cidade de Pontianak, mas perdeu contato com a torre de controle cerca de cinco minutos após a decolagem.

Dados do site de monitoramento de voos Flighradar24 mostram que o Boeing possivelmente caiu após atingir cerca de 3.300 m de altitude, ainda quando iniciava a subida para voo de cruzeiro.

O voo SJ182 levava, segundo a imprensa local, 62 pessoas, sendo 56 passageiros e seis tripulantes. Havia sete crianças e três bebês a bordo.

A agência indonésia de busca e resgate, Basarna, enviou uma equipe para o local onde ocorreu o último ponto de contato da aeronave com a torre.

O governador de Mil Ilhas, onde teria ocorrido a queda, disse que habitantes relataram um barulho de explosão.

Não há até o momento informações em relação a possíveis sobreviventes. 

O Comitê Nacional de Segurança de Transporte do país já abriu uma investigação sobre o acidente.

O avião estava em operação havia 26 anos e oito meses. Pertenceu à antiga Continental Airlines, dos Estados Unidos, sendo incorporado à frota da United em 2010, após a fusão entre as duas empresas. Em 2012, o equipamento passou para a Sriwijaya Air. (R7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário