quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Universidade nega que curso citado no currículo de Kassio Marques exista

A Universidad de La Coruña, na Espanha, negou que o desembargador Kassio Marques, indicado para ocupar a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF), tenha sido aluno de um dos seus cursos de pós-graduação, como é citado no currículo do magistrado.

No currículo enviado ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) consta a especialização em “Contratación Pública”. Procurada pelo jornal Estado de S. Paulo, contudo, a universidade europeia afirmou que não oferece o curso. “Informamos que a Universidade de La Coruña não ministrou nenhum curso de pós-graduação com o nome de Postgrado en Contratación Pública”, disse a instituição.

Ouvinte

A universidade confirmou que o magistrado participou de um curso, mas de apenas quatro dias. “Kassio Nunes Marques participou como ouvinte do 'I Curso Euro-Brasileiro de Compras Públicas’, organizado pela Universidade da Coruña, o Programa Ibero-Americano de Doutorado de Direito Administrativo, a Rede Ibero-americana de Compras Públicas, o Instituto Brasileiro de Estudos Jurídicos de Infraestrutura e Grupo de Pesquisa de Direito Público Global, realizado na Escola de Direito da Corunha entre 1º e 5 de setembro de 2014”, diz um certificado apresentado pela instituição. Por Renato Souza do Correio Braziliense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário