quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Regionalização e presença de segmentos sociais são principais avanços nos editais da Lei Aldir Blanc

A Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) divulgou, na última semana, os resultados preliminares dos sete editais lançados com recursos da Lei Aldir Blanc, que contam com R$ 22,3 milhões em investimentos. Clique aqui e confira os resultados.  Agora os proponentes devem se atentar aos prazos de entrega da documentação e da solicitação de recursos – que segue até a próxima sexta-feira (4/12), com exceção do edital voltado para a linguagem circense, que encerra nesta quarta-feira (2/12). Das cerca de três mil propostas inscritas nos sete editais, 836 foram consideradas aptas, conforme critérios que favoreciam não apenas valores artísticos, mas a regionalização e a inclusão de segmentos sociais e de linguagens estabelecidos pela Secult-PE.

Com estes critérios, é possível observar alguns avanços nos editais “Criação, Fruição e Difusão” e “Formação e Pesquisa” – que tiveram seus dados analisados pela Secretaria de Cultura de Pernambuco. Um dos destaques é uma grande participação do interior do estado no resultado final, com cerca de 50% de proponentes do Sertão, Agreste e Zona da Mata com projetos aprovados.

Outros avanços foram um maior acesso (75% dos aprovados autodeclarados) das pessoas pretas, pardas e indígenas; a garantia da diversidade das atividades artístico-culturais, com todas as linguagens atendidas; um recorte social com ênfase direta nas mulheres, pessoas não cisgêneras ou com ageneridade; e povos e comunidades tradicionais tendo seus percentuais de aprovação dobrados em relação aos de inscritos, entre outros pontos.

“Os gráficos indicam a importância dos indutores para a garantia de um processo inclusivo. Uma experiência muito importante e exitosa”, explica Leda Dias, gerente de Políticas Culturais da Secult-PE, responsável por cinco dos sete editais promovidos pela Secretaria de Cultura. Clique aqui e confira os indicadores do edital "Formação e Pesquisa” e aqui para ver os de “Criação, Fruição e Difusão”. Nos próximos dias, serão divulgados os indicadores dos outros cinco editais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário