quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

SDSCJ articula e mobiliza municípios para garantir a participação dos jovens de todo Estado no I Encontro de Pernambuco- Adolescentes contra o Trabalho Infantil

O trabalho infantil, a aprendizagem profissional e as políticas públicas para o enfrentamento da violação de direitos de crianças e adolescentes serão temas de discussão no próximo dia 10/12, durante o I Encontro de Pernambuco- Adolescentes contra o Trabalho Infantil promovido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) com apoio da Seceratria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) por meio da Secretaria Executiva de Assistência Social (SEASS). O evento será virtual com transmissão pela plataforma Zoom com duração de 6h, das 9h às 12h e das 14h às 17h. 

“Trabalhamos em todo o estado para o fortalecimento das políticas públicas de assistência social por meio de ações articuladas com outros órgãos públicos e a sociedade civil organizada, garantindo a inclusão social de segmentos em situação de vulnerabilidade. Precisamos oferecer qualidade de vida para crianças e jovens, que devem ter acesso a o que garante a Constituição, a exemplo da educação. Lugar de crianças e de adolescentes é na escola”, alerta Sileno Guedes, secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude. 

O combate ao trabalho infantil é uma pauta permanente da SDSCJ. “Precisamos garantir os  direitos, a melhoria da qualidade de vida e a proteção social, prioritariamente, à população em situação de vulnerabilidade e risco como é o caso de crianças e adolescentes. Contamos com a colaboração da sociedade que, por meio do Disque 100, pode denunciar a ilegalidade do trabalho infantil”, lembra o secretário executivo de Assistência Social da SDSCJ, Joelson Rodrigues. 

Para garantir a efetiva participação dos jovens no encontro, a equipe da SEASS está responsável pela mobilização e articulação junto aos municípios. “As equipes municipais dos CREAS, as secretarias municipais de Educação e demais instituições que atendem crianças e adolescentes, bem como dos serviços ofertados no município, a exemplo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) estão sendo convocadas para conclamar seus jovens”, diz Leônidas Leal, coordenador das Ações de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário